“Os opostos”

O amor é mesmo complicado. As pessoas sempre dizem que os opostos se atraem, mas, isso é engraçado porque se os opostos estão juntos, eles só brigam. Tudo começa por um simples detalhe, algo totalmente sem importância, como por exemplo, as cores. Um diz, eu amo rosa, o outro torce o nariz e diz que gosta de preto. Ele não respeita o sono dela, e insiste em acordá-la apenas pra fazer um café às seis e meia da manhã. Ela odeia lugares muito cheios, shows então, nem se fala. Ele ama rock, ela curte pagode, ele afirma ser fã de Rolling Stones, ela diz que ama o grupo Revelação. Ele odeia cachorros dentro de casa, ela está se formando em veterinária e seu sonho é ter seu próprio canil. Ele acredita em vidas passadas, ela diz que se isto existe ela foi Hitler, e que ele é o carma da vida dela. Ele trabalha o dia inteiro, ela assiste à novela da tarde todos os dias. Ele tem muitos amigos, ela diz que isso não é verdade, porque amigos mesmo são poucos e que se tiver mais de vinte amigos, ele já é praticamente um vereador em época de eleição. Ele é totalmente romântico e adora dar presentes, ela, nem se fala, adora receber presentes, mas não são todos que a agradam. Ele sempre se lembra de datas comemorativas, ela só lembra-se do aniversário dela, e o dele, apenas porque está anotado em um bloco ao lado da mesa da sala. Ele adora esportes radicais, ela diz morrer de medo de altura. Ele tem uma moto que comprou em um leilão de um colecionador, ela diz que adora ir ao shopping comprar todas às roupas que estavam no desfile da semana passada. Ele pensa em viajar pelo mundo, ela diz que já conhece demais, sem nem sair de sua cidade. Ele acredita que o mundo pode melhorar e que as pessoas são extremamente humanas, apenas estão passando por um momento de egoísmo, ela diz que todos são iguais e que sempre sonhou em casar com um príncipe. Ele diz que casamento é para a vida toda, ela acredita que isso até pode durar, mas, deve partir a iniciativa dos dois lados. Ele sempre foi um excelente estudante, formou-se na faculdade, e ama seu trabalho como médico, ela se formou como médica veterinária, mas foi só isso também. Ele sempre teve muitas namoradas, ela sempre foi extremamente restrita, afirmava que ninguém a agüentaria por mais de dois dias, quem dera uma semana. Ele sempre gostou de jogos de futebol no domingo com os amigos, ela sempre gostou de festas com as amigas. Ele sempre foi muito fiel, ela, bem, até tentou, mas, aconteceu por apenas duas vezes. Ele sempre deu muito valor à família, ela nasceu sozinha, se criou sozinha e hoje nem pensa em filhos. Ele sempre preferiu sinceridade à mentira, sempre se mostrou claro diante das situações, ela sempre esteve acima da sociedade, altas conversas e sempre agüentou todos por opção. Ele diz até hoje que se não fosse por causa dele, ela já teria se matado, ela ri na cara dele mesmo e diz que está próximo a fazer isso porque não o agüenta mais. Ele está sempre de bom-humor, ela de cara fechada. Ele conversa até com os vizinhos, ela não tem tempo pra isso. Ele sonha em ensinar seu próprio filho a jogar futebol e andar de bicicleta, ela diz que ainda vai fazer lipoaspiração e que quer colocar silicone. Ele sempre agradece a tudo, ela nunca olha os outros nos olhos. Ele diz uma coisa, ela dá contra. Ele gosta, ela odeia. Ele sorri, ela chora. Ele acredita, ela desacredita. Ele isso, ela aquilo. Ele lá, ela aqui. Então, ainda continuam afirmando que os opostos se atraem? Mas na grande maioria dos casos é verdade.
Ele acredita que ela é amor de sua vida, ela, sempre o amou desde o primeiro momento. Ele diz que ela é assim mesmo, mas que faria tudo e qualquer coisa por ela, ela diz que por ele ela seria capaz de matar ou morrer. Ele diz que quanto à música não se importa, ela diz que até usaria fones de ouvido por um show de rock. Ele diz que pode até gostar de animais, ela diz que acredita nos diversos amigos dele. Ele às vezes chora, ela, com um sorriso o faz parar. Ele diz que não precisam ter um filho, podem adotar, ela sempre acreditou em amor além da vida. Ele isso, ela também. Ele lá, ela também. Ele ainda acredita no amor, ela sempre acreditou por ele. Ele a ama a cada dia mais, ela, sentirá isso para a vida toda.

CONVERSATION

7 comentários:

  1. Os amores ospostos são os mais lindos, os mais ardentes e os que mais machucam =/

    Porém, ainda existe amor pior.
    E , quando se é amado, não existe oposto algum \O/

    (:

    ResponderExcluir
  2. É esta o aspecto ilógico do amor. Mas é assim que tem que ser. Com brigas, com desentendimentos nas coisas mais insignificantes. Sem nenhuma explicação, é assim.

    Até mais!

    ResponderExcluir
  3. o que seria de nós sem as contradicões e incoerências da vida.

    ResponderExcluir
  4. texto muito legal...
    blog mto fofo o seu...
    parabens..tah mto bom..
    continua assim...
    bjuss...

    ResponderExcluir
  5. ó amor é assim mesmo...se não fosse, que graça teria?

    Lindo blog!Parabens!!!!

    ResponderExcluir
  6. amor palavra pequena com poucas letras mas muito dificil de se explicar .. de definila ..

    é AMOR!!

    ResponderExcluir
  7. Adoro opostos. É isso que dá graça na vida, não saber ao certo como o outro vai agir. Se todos fossem iguais, não teria a menor graça.
    Como iríamos nos reconciliar, se não haveriam brigas para tal?


    Bejoo :*

    ResponderExcluir

- Comente, mas algo que acrescente uma opinião, sempre com respeito.

- Siga o blog, mas deixe seu endereço para eu seguir de volta.

- Dicas, opiniões, sempre serão bem vindas.

E-mail para contato: dhfy.blogs@gmail.com

domingo, 28 de setembro de 2008

“Os opostos”

Compartilhar O amor é mesmo complicado. As pessoas sempre dizem que os opostos se atraem, mas, isso é engraçado porque se os opostos estão juntos, eles só brigam. Tudo começa por um simples detalhe, algo totalmente sem importância, como por exemplo, as cores. Um diz, eu amo rosa, o outro torce o nariz e diz que gosta de preto. Ele não respeita o sono dela, e insiste em acordá-la apenas pra fazer um café às seis e meia da manhã. Ela odeia lugares muito cheios, shows então, nem se fala. Ele ama rock, ela curte pagode, ele afirma ser fã de Rolling Stones, ela diz que ama o grupo Revelação. Ele odeia cachorros dentro de casa, ela está se formando em veterinária e seu sonho é ter seu próprio canil. Ele acredita em vidas passadas, ela diz que se isto existe ela foi Hitler, e que ele é o carma da vida dela. Ele trabalha o dia inteiro, ela assiste à novela da tarde todos os dias. Ele tem muitos amigos, ela diz que isso não é verdade, porque amigos mesmo são poucos e que se tiver mais de vinte amigos, ele já é praticamente um vereador em época de eleição. Ele é totalmente romântico e adora dar presentes, ela, nem se fala, adora receber presentes, mas não são todos que a agradam. Ele sempre se lembra de datas comemorativas, ela só lembra-se do aniversário dela, e o dele, apenas porque está anotado em um bloco ao lado da mesa da sala. Ele adora esportes radicais, ela diz morrer de medo de altura. Ele tem uma moto que comprou em um leilão de um colecionador, ela diz que adora ir ao shopping comprar todas às roupas que estavam no desfile da semana passada. Ele pensa em viajar pelo mundo, ela diz que já conhece demais, sem nem sair de sua cidade. Ele acredita que o mundo pode melhorar e que as pessoas são extremamente humanas, apenas estão passando por um momento de egoísmo, ela diz que todos são iguais e que sempre sonhou em casar com um príncipe. Ele diz que casamento é para a vida toda, ela acredita que isso até pode durar, mas, deve partir a iniciativa dos dois lados. Ele sempre foi um excelente estudante, formou-se na faculdade, e ama seu trabalho como médico, ela se formou como médica veterinária, mas foi só isso também. Ele sempre teve muitas namoradas, ela sempre foi extremamente restrita, afirmava que ninguém a agüentaria por mais de dois dias, quem dera uma semana. Ele sempre gostou de jogos de futebol no domingo com os amigos, ela sempre gostou de festas com as amigas. Ele sempre foi muito fiel, ela, bem, até tentou, mas, aconteceu por apenas duas vezes. Ele sempre deu muito valor à família, ela nasceu sozinha, se criou sozinha e hoje nem pensa em filhos. Ele sempre preferiu sinceridade à mentira, sempre se mostrou claro diante das situações, ela sempre esteve acima da sociedade, altas conversas e sempre agüentou todos por opção. Ele diz até hoje que se não fosse por causa dele, ela já teria se matado, ela ri na cara dele mesmo e diz que está próximo a fazer isso porque não o agüenta mais. Ele está sempre de bom-humor, ela de cara fechada. Ele conversa até com os vizinhos, ela não tem tempo pra isso. Ele sonha em ensinar seu próprio filho a jogar futebol e andar de bicicleta, ela diz que ainda vai fazer lipoaspiração e que quer colocar silicone. Ele sempre agradece a tudo, ela nunca olha os outros nos olhos. Ele diz uma coisa, ela dá contra. Ele gosta, ela odeia. Ele sorri, ela chora. Ele acredita, ela desacredita. Ele isso, ela aquilo. Ele lá, ela aqui. Então, ainda continuam afirmando que os opostos se atraem? Mas na grande maioria dos casos é verdade.
Ele acredita que ela é amor de sua vida, ela, sempre o amou desde o primeiro momento. Ele diz que ela é assim mesmo, mas que faria tudo e qualquer coisa por ela, ela diz que por ele ela seria capaz de matar ou morrer. Ele diz que quanto à música não se importa, ela diz que até usaria fones de ouvido por um show de rock. Ele diz que pode até gostar de animais, ela diz que acredita nos diversos amigos dele. Ele às vezes chora, ela, com um sorriso o faz parar. Ele diz que não precisam ter um filho, podem adotar, ela sempre acreditou em amor além da vida. Ele isso, ela também. Ele lá, ela também. Ele ainda acredita no amor, ela sempre acreditou por ele. Ele a ama a cada dia mais, ela, sentirá isso para a vida toda.

7 comentários:

theblergh disse...

Os amores ospostos são os mais lindos, os mais ardentes e os que mais machucam =/

Porém, ainda existe amor pior.
E , quando se é amado, não existe oposto algum \O/

(:

Daniel Leite disse...

É esta o aspecto ilógico do amor. Mas é assim que tem que ser. Com brigas, com desentendimentos nas coisas mais insignificantes. Sem nenhuma explicação, é assim.

Até mais!

Murillo Oliveira disse...

o que seria de nós sem as contradicões e incoerências da vida.

Rindo Na Net disse...

texto muito legal...
blog mto fofo o seu...
parabens..tah mto bom..
continua assim...
bjuss...

Ana Célia disse...

ó amor é assim mesmo...se não fosse, que graça teria?

Lindo blog!Parabens!!!!

roas77 disse...

amor palavra pequena com poucas letras mas muito dificil de se explicar .. de definila ..

é AMOR!!

Thata disse...

Adoro opostos. É isso que dá graça na vida, não saber ao certo como o outro vai agir. Se todos fossem iguais, não teria a menor graça.
Como iríamos nos reconciliar, se não haveriam brigas para tal?


Bejoo :*

Postar um comentário

- Comente, mas algo que acrescente uma opinião, sempre com respeito.

- Siga o blog, mas deixe seu endereço para eu seguir de volta.

- Dicas, opiniões, sempre serão bem vindas.

E-mail para contato: dhfy.blogs@gmail.com