“Livre espontânea pressão”


Sabe-se que por lei ninguém pode ser obrigado a nada, caso não tenha um contrato, ou algo do tipo. Mas isso sempre acaba acontecendo. Às vezes não é algo visível, que todos possam perceber, mas, está descrito em cada palavra ou ação de determinada pessoa quando quer convencer alguém sobre algo.
Em uma loja:
- Menina, você ficou linda nesse vestido, deve comprá-lo, com certeza.
- Bem, eu não sei direito, ele ficou meio estranho em mim, parece que eu engordei um pouco com ele.
- Claro que não, mas, se você não o levar, já te alguém na lista para comprá-lo.

Em um restaurante:
- Está aqui o cardápio senhora, mas, não temos as cinco primeiras opções da lista. Mas eu posso lhe garantir que ensopado de arroz com frango, beterraba, um pouco de chuchu com molho branco, é ótimo.
- Não, mas... eu... bem, não gosto de beterraba.
- Mas está aí um bom momento para aproveitar e degustar uma excelente beterraba. Posso lhe garantir que a partir desse momento você vai amar beterrabas.
- Não, eu acho melhor não comer isso.
- Ótimo, vou mandar buscar esse prato para a senhora.

Época de eleição:
- Senhora, já tem canditado?
- Não ainda, estou estudando todos e depois me decido sobre qual o melhor.
- Pode para de procurar, pois acabou de encontrar o melhor de todos.
- Bem, não sei nem o nome dele ainda, não posso votar em alguém que não conheço.
- Mas não se preocupe, o nome dele é Everaldo, o número é 33328. Pode confiar.
- Mas, não sei, acredito que ele não fará muitas coisas para a cidade. Não o conheço. Não vou votar nele.
- A senhora não vai votar nele? Não? Não mesmo? Ahhh, mas vai sim.

Convite para sair:
- Ei, vamos a um show que irá ter no sábado?
- Show? De quem?
- Ah, é muito rock ‘n’ roll.
- Eu curto pagode. Não vou ao show.
- Por que não?
- Eu curto pagode.
- Só por isso? Ah, mas vai sim, irá se apaixonar quando ouvir os caras tocando.
- Sério, não acho que vai ser legal ir.
- Vai sim, ta. Já guardei um lugar pra você no carro.

No cinema:
- Querida, que filme vamos assistir?
- Uma coisa bem romântica, docinho.
- Eu estava pensando em aventura, brigas, polícias, guerras, enfim, ação.
- Não, só quero ficar com você e ver um filme mais calmo, docinho.
- Pensa bem, será divertido assistir um filme de ação.
- Não docinho. Não quero mesmo isso.
- Docinho. Comprarei dois pacotes de pipocas e os ingressos do filme, já volto.
- Que filme?
- O massacre da cidade lotada. Já volto.

No bar com amigos:
- Oi, o que vocês irão pedir?
- Eu quero dois refrigerantes, uma porção de batatas-fritas com molho.
- Mas, eu estou de dieta, pessoal. Vou tomar apenas um suco.
- Mas pra que dietas garota. Ai, traz isso que ele pediu e você vai comer.
- Mas... mas...
- Obrigado cara.
- Já volto aqui com os pedidos.

Acredito que saber como convencer os outros é uma dádiva para muitos, mas, saber como negar isso e fazer prevalecer a sua própria vontade, é muito mais importante, e é para poucos.

CONVERSATION

6 comentários:

  1. Manipulacao...
    saber falar nao... isso eh crescer!

    ResponderExcluir
  2. Eu já fui obrigada a levar uma calça jeans masculina, não por inisistência do vendedor, mas pela minha falta de paciência de ficar experimentando calças e mais calças, sem servir nada. Quando ela serviu, eu comprei. Usei uma ou outra vez, até descobrir que a calça era masculina. Huahauahuahua.

    Eu passo por isso quando a questão são os amigos. Não por imposição de vontade deles, mas por mim mesma. Vou assistir um filme que eu não quero, como semana passada, só pra estar com eles. Ou então acabo bebendo refrigerante por falta de suco, ou coisa parecida.




    Bejoo :*

    ResponderExcluir
  3. O mundo nos manipula de uma forma tão sutil que as vezes ate não percebemos isso.

    ResponderExcluir
  4. pior que é verdade..
    mundo cruel
    uahsuas


    http://tudo-ave.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. São táticas de vendas que muitas vezes vão contra o nosso desejo.
    Abraços

    ResponderExcluir
  6. Vc manipula ou é manipulado ?
    O que é melhor ? Manipular ou ser manipulado ?

    Seja vc mesmo e faça o que vier na cabeça de acordo com seu momento.

    ResponderExcluir

- Comente, mas algo que acrescente uma opinião, sempre com respeito.

- Siga o blog, mas deixe seu endereço para eu seguir de volta.

- Dicas, opiniões, sempre serão bem vindas.

E-mail para contato: dhfy.blogs@gmail.com

domingo, 19 de outubro de 2008

“Livre espontânea pressão”

Compartilhar
Sabe-se que por lei ninguém pode ser obrigado a nada, caso não tenha um contrato, ou algo do tipo. Mas isso sempre acaba acontecendo. Às vezes não é algo visível, que todos possam perceber, mas, está descrito em cada palavra ou ação de determinada pessoa quando quer convencer alguém sobre algo.
Em uma loja:
- Menina, você ficou linda nesse vestido, deve comprá-lo, com certeza.
- Bem, eu não sei direito, ele ficou meio estranho em mim, parece que eu engordei um pouco com ele.
- Claro que não, mas, se você não o levar, já te alguém na lista para comprá-lo.

Em um restaurante:
- Está aqui o cardápio senhora, mas, não temos as cinco primeiras opções da lista. Mas eu posso lhe garantir que ensopado de arroz com frango, beterraba, um pouco de chuchu com molho branco, é ótimo.
- Não, mas... eu... bem, não gosto de beterraba.
- Mas está aí um bom momento para aproveitar e degustar uma excelente beterraba. Posso lhe garantir que a partir desse momento você vai amar beterrabas.
- Não, eu acho melhor não comer isso.
- Ótimo, vou mandar buscar esse prato para a senhora.

Época de eleição:
- Senhora, já tem canditado?
- Não ainda, estou estudando todos e depois me decido sobre qual o melhor.
- Pode para de procurar, pois acabou de encontrar o melhor de todos.
- Bem, não sei nem o nome dele ainda, não posso votar em alguém que não conheço.
- Mas não se preocupe, o nome dele é Everaldo, o número é 33328. Pode confiar.
- Mas, não sei, acredito que ele não fará muitas coisas para a cidade. Não o conheço. Não vou votar nele.
- A senhora não vai votar nele? Não? Não mesmo? Ahhh, mas vai sim.

Convite para sair:
- Ei, vamos a um show que irá ter no sábado?
- Show? De quem?
- Ah, é muito rock ‘n’ roll.
- Eu curto pagode. Não vou ao show.
- Por que não?
- Eu curto pagode.
- Só por isso? Ah, mas vai sim, irá se apaixonar quando ouvir os caras tocando.
- Sério, não acho que vai ser legal ir.
- Vai sim, ta. Já guardei um lugar pra você no carro.

No cinema:
- Querida, que filme vamos assistir?
- Uma coisa bem romântica, docinho.
- Eu estava pensando em aventura, brigas, polícias, guerras, enfim, ação.
- Não, só quero ficar com você e ver um filme mais calmo, docinho.
- Pensa bem, será divertido assistir um filme de ação.
- Não docinho. Não quero mesmo isso.
- Docinho. Comprarei dois pacotes de pipocas e os ingressos do filme, já volto.
- Que filme?
- O massacre da cidade lotada. Já volto.

No bar com amigos:
- Oi, o que vocês irão pedir?
- Eu quero dois refrigerantes, uma porção de batatas-fritas com molho.
- Mas, eu estou de dieta, pessoal. Vou tomar apenas um suco.
- Mas pra que dietas garota. Ai, traz isso que ele pediu e você vai comer.
- Mas... mas...
- Obrigado cara.
- Já volto aqui com os pedidos.

Acredito que saber como convencer os outros é uma dádiva para muitos, mas, saber como negar isso e fazer prevalecer a sua própria vontade, é muito mais importante, e é para poucos.

6 comentários:

Carioca disse...

Manipulacao...
saber falar nao... isso eh crescer!

Thata disse...

Eu já fui obrigada a levar uma calça jeans masculina, não por inisistência do vendedor, mas pela minha falta de paciência de ficar experimentando calças e mais calças, sem servir nada. Quando ela serviu, eu comprei. Usei uma ou outra vez, até descobrir que a calça era masculina. Huahauahuahua.

Eu passo por isso quando a questão são os amigos. Não por imposição de vontade deles, mas por mim mesma. Vou assistir um filme que eu não quero, como semana passada, só pra estar com eles. Ou então acabo bebendo refrigerante por falta de suco, ou coisa parecida.




Bejoo :*

Dário Souza disse...

O mundo nos manipula de uma forma tão sutil que as vezes ate não percebemos isso.

Dener disse...

pior que é verdade..
mundo cruel
uahsuas


http://tudo-ave.blogspot.com/

GUILHERME PIÃO disse...

São táticas de vendas que muitas vezes vão contra o nosso desejo.
Abraços

30 e poucos anos. disse...

Vc manipula ou é manipulado ?
O que é melhor ? Manipular ou ser manipulado ?

Seja vc mesmo e faça o que vier na cabeça de acordo com seu momento.

Postar um comentário

- Comente, mas algo que acrescente uma opinião, sempre com respeito.

- Siga o blog, mas deixe seu endereço para eu seguir de volta.

- Dicas, opiniões, sempre serão bem vindas.

E-mail para contato: dhfy.blogs@gmail.com