Uma ausência a mais, ou apenas um hiato

Há tanto a dizer, mas eu realmente não sei por onde começar.. Pois bem, lá vai então. Eu gostaria de lhe agradecer por tudo que fizeste por mim, sim, quando falo tudo, quer dizer por me proporcionar à realização de todos aqueles sonhos infantis, porém, emocionantes. Só você me fez acreditar de tal forma, só você me fez ver o mundo com outros olhos. E nossa hora finalmente chegou.
Quando eu disse: "Não olhe para eles", era para você ter me escutado, mas, como sempre você me ignorou por puro egoísmo e medo de dar créditos a alguém mais a não ser você. Você mentiu, enganou, traiu, sorriu, e acima de tudo viveu, e é isso que eu mais gostei em você. Sabe, tudo o que eu sempre quis foi ter alguém ao meu lado capaz de enfrentar a todos por mim, e bem, você definitivamente não é assim. Você é o cara errado. Definitivamente o cara errado que surgiu em meio a milhões de erros e atrapalhou a minha vida, mas, não tenho como esconder que eu amo você.
Eu queria ter você aqui outra vez. Eu queria muito ainda acreditar em gênios da lâmpada e poder pedir a ele para que você volte para mim. Volte. Isso dói pronunciar. Pois não teremos volta. Você se foi e está muito frio aqui nesse buraco sem você. Aquele boneco de neve que fizemos cansou de te esperar e derreteu apesar do frio intenso e do inverno rigoroso do norte. As meias, já gastas e cheias de poeira, desfizeram-se em linhas soltas e renderam-se ao isolamento e a minha companhia, sinceramente, elas preferem o seu sorriso triste as minhas lágrimas de dor. E aquelas fotos que restaram do álbum, o qual nós incendiamos para termos um pouquinho de calor, bem, elas estão cinzas, perderam a cor completamente.
Ah, como eu queria ter você aqui de novo. A guerra não é nada mais do que explosivos, mortes e cheiro de enxofre misturados ao sangue. Mas eu cumprirei a minha promessa. Resistirei a tudo e a todos e não deixarei para trás os sonhos inventados. os sonhos aqueles que nos fizeram ao mau tempo lá fora. Mas eu lhe peço ao menos uma coisa: "Não me esqueça. Onde quer que você esteja, continue a me observar, sempre."
-------------------------------------------------------------------------------------------------
Obs.: Esse texto é pauta para o Projeto Créativité, e as letras em vermelho formam uma frase. É isso. =D

CONVERSATION

5 comentários:

  1. Mas porque raio vejo em tudo
    A musica sempre presente
    Porque umas vezes me faz triste
    Outras me deixa contente?

    E fui cantador de prosas sem rima
    E fui tenor de palavras sem sentido
    Cantei invenções e perdidos sonhos
    E nisto não fui um cantador contido

    Cantei-te a vida que vivi
    As coisas que me fazem sofrer
    Neste palco ninguém morre
    No aplauso julguei esquecer...


    Doce beijo

    ResponderExcluir
  2. Porque tem umas partes em vermelho? hahah

    lindo texto!
    beijos

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  4. Adorei o texto *-*
    Mas não conseguir descobrir a frase que as letras em vermelho formam D:

    ResponderExcluir
  5. Linda a tua carta *-*
    Apenas a mensagem que está faltando algumas letras, como o "m" do "tempo", rsrs.
    *-*
    Agradecemos pela participação!
    Os resultados sairão a partir das 19h! :3

    ResponderExcluir

- Comente, mas algo que acrescente uma opinião, sempre com respeito.

- Siga o blog, mas deixe seu endereço para eu seguir de volta.

- Dicas, opiniões, sempre serão bem vindas.

E-mail para contato: dhfy.blogs@gmail.com

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Uma ausência a mais, ou apenas um hiato

Compartilhar
Há tanto a dizer, mas eu realmente não sei por onde começar.. Pois bem, lá vai então. Eu gostaria de lhe agradecer por tudo que fizeste por mim, sim, quando falo tudo, quer dizer por me proporcionar à realização de todos aqueles sonhos infantis, porém, emocionantes. Só você me fez acreditar de tal forma, só você me fez ver o mundo com outros olhos. E nossa hora finalmente chegou.
Quando eu disse: "Não olhe para eles", era para você ter me escutado, mas, como sempre você me ignorou por puro egoísmo e medo de dar créditos a alguém mais a não ser você. Você mentiu, enganou, traiu, sorriu, e acima de tudo viveu, e é isso que eu mais gostei em você. Sabe, tudo o que eu sempre quis foi ter alguém ao meu lado capaz de enfrentar a todos por mim, e bem, você definitivamente não é assim. Você é o cara errado. Definitivamente o cara errado que surgiu em meio a milhões de erros e atrapalhou a minha vida, mas, não tenho como esconder que eu amo você.
Eu queria ter você aqui outra vez. Eu queria muito ainda acreditar em gênios da lâmpada e poder pedir a ele para que você volte para mim. Volte. Isso dói pronunciar. Pois não teremos volta. Você se foi e está muito frio aqui nesse buraco sem você. Aquele boneco de neve que fizemos cansou de te esperar e derreteu apesar do frio intenso e do inverno rigoroso do norte. As meias, já gastas e cheias de poeira, desfizeram-se em linhas soltas e renderam-se ao isolamento e a minha companhia, sinceramente, elas preferem o seu sorriso triste as minhas lágrimas de dor. E aquelas fotos que restaram do álbum, o qual nós incendiamos para termos um pouquinho de calor, bem, elas estão cinzas, perderam a cor completamente.
Ah, como eu queria ter você aqui de novo. A guerra não é nada mais do que explosivos, mortes e cheiro de enxofre misturados ao sangue. Mas eu cumprirei a minha promessa. Resistirei a tudo e a todos e não deixarei para trás os sonhos inventados. os sonhos aqueles que nos fizeram ao mau tempo lá fora. Mas eu lhe peço ao menos uma coisa: "Não me esqueça. Onde quer que você esteja, continue a me observar, sempre."
-------------------------------------------------------------------------------------------------
Obs.: Esse texto é pauta para o Projeto Créativité, e as letras em vermelho formam uma frase. É isso. =D

5 comentários:

O Profeta disse...

Mas porque raio vejo em tudo
A musica sempre presente
Porque umas vezes me faz triste
Outras me deixa contente?

E fui cantador de prosas sem rima
E fui tenor de palavras sem sentido
Cantei invenções e perdidos sonhos
E nisto não fui um cantador contido

Cantei-te a vida que vivi
As coisas que me fazem sofrer
Neste palco ninguém morre
No aplauso julguei esquecer...


Doce beijo

ana clara tavares disse...

Porque tem umas partes em vermelho? hahah

lindo texto!
beijos

OutrosEncantos disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Camila disse...

Adorei o texto *-*
Mas não conseguir descobrir a frase que as letras em vermelho formam D:

Projeto Créativité disse...

Linda a tua carta *-*
Apenas a mensagem que está faltando algumas letras, como o "m" do "tempo", rsrs.
*-*
Agradecemos pela participação!
Os resultados sairão a partir das 19h! :3

Postar um comentário

- Comente, mas algo que acrescente uma opinião, sempre com respeito.

- Siga o blog, mas deixe seu endereço para eu seguir de volta.

- Dicas, opiniões, sempre serão bem vindas.

E-mail para contato: dhfy.blogs@gmail.com