Resenha: Muito mais que uma princesa

Autor: Laura Lee Guhrke
Editora:Essência
Páginas: 344

Resenha: Filha ilegítima de um príncipe e de uma famosa cortesã, Lucia viveu confinada em escolas e conventos durante a maior da vida. Mas, essas experiências não a impediram de provocar um escândalo depois do outro. Exasperado, o príncipe Cesare de Bolgheri decide que a filha deveria se casar o quanto antes. Para arranjar o casamento, Sir Ian Moore, o mais respeitado diplomata britânico, é chamado às pressas. De volta à Inglaterra, ele promete a si mesmo que achará um marido para Lucia, mas logo vê que sua experiência de diplomata talvez não seja suficiente para quebrar a resistência da moça. Apesar de não faltarem candidatos, nenhum está à altura do espírito e da paixão de Lucia. Trata-se Uma história que surpreende o leitor do início ao fim.

“Ian respirou fundo e percebeu que tinha acabado de ser manobrado. Golpeado à traição. Derrotado pelo xeque-mate das lágrimas de uma mulher, o único movimento contra o qual nenhum homem tinha qualquer defesa. Diabos!”

“... adoro um desafio. O fato de me proibirem de fazer alguma coisa me dá uma enorme vontade de fazer exatamente aquilo. - E quando você desrespeita as regras, papai tem que se lembrar que você existe. Lucia ficou tensa com as palavras da irmã. (...) - Isso também - admitiu Lucia, dando uma tragada no cigarro. Soprando a fumaça, acrescentou: - Por que ele deveria poder fazer de conta que eu nunca nasci?”

“- (...) esse Sir Ian é quem vai escolher. (...) - A senhora deveria tê-lo ouvido, mamma. Ele falava como se encontrar um marido fosse como escolher um cavalo. Humm... bons dentes, forte e sadio, excelente linhagem... sim, esse serve. Chame o padre”.

Opinião: Assim como em diversas vezes, escolhi o livro de forma aleatória. Tinha lido outras 3 histórias sobre princesas e negociações para casamentos, então me arrisquei em mais uma.

A história começou com os devaneios da filha ilegítima do príncipe Cesare de Bolgheri. Lucia é uma jovem garota, que vivia separada do pai e da mãe. Muitas vezes ela tentou ficar ao lado da mãe – famosa cortesã - porém, como em uma época onde ser recatada era o ponto alto para adquirir um casamento, acabava tendo de trocar de lar.

Em uma última tentativa, o príncipe Cesare, resolveu manter a filha postiça sob sua guarda. Mantê-la no castelo sob seus rigorosos cuidados era uma idéia e tanto para manter a jovem nos trilhos. Mas nem tudo saiu como o príncipe esperava. A garota mantinha um relacionamento forte com sua meia irmã – filha de Cesare – e acabou por mantê-la em encrenca. Com isso, mais uma tentativa frustrada de salvar a reputação da jovem Lucia não ocorreu como o esperado.

A última idéia do príncipe foi casar Lúcia com um homem rico, de posses, capaz de vincular seu reino com o de Cesare e terminar com os comentários sobre a jovem Lúcia. Então, eis que surge Sir Ian Moore. O mais requisitado diplomata britânico foi chamado às pressas para arranjar um marido para Lúcia.

A jovem não aceitou a idéia, mas foi obrigada a não emitir o seu descontentamento quanto ao assunto. Casar era a última solução para a garota problema. Com isso, muitas confusões acontecem, fazendo com que os rumores sobre a castidade da jovem, tornem-se duvidosos.

O que pode acontecer? Lúcia casa e muda seu temperamento?


Bom, li o livro em menos de uma semana, mas não gostei muito. A história é enrolada, fazendo por diversas vezes o leitor a perder-se no tempo em que ocorre a obra e sobre a idade dos personagens principais. Não recomendo como uma boa leitura. 

CONVERSATION

12 comentários:

  1. Apesar de achar fofo o tema do livro, tento evitar o máximo livros com esse tema - princesas -. Que para mim, acabou ficando escassos, poucas coisas realmente sobre esse tema me atraem. Não sei o por que, talvez seja a idade, mas me vi totalmente desinteressada nesse mundo. Porém vejo que esse tipo de livro é tipico de um romance leve e descontraído. Talvez em uma tentativa de deixar as implicâncias de lado sobre esse tema eu dê uma chance para leitura.

    Adorei a resenha.
    Beijos,
    http://miiheomundoliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Ju,
    Acho que a premissa legal, mas não faz muito meu tipo de livro.
    Princesas e busca de casamento não são livros que costumo gostar.
    Ainda mais porque você achou tudo meio enrolado, rs.
    Beijos,
    http://teens-books.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Seguindo amor ^^

    http://espacoteencomanaliasantos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá, te encontrei passeando pela web e adorei o blog. Te seguindo e curtindo. Quando puder, faz uma visitinha lá no meu cantinho.
    Quanto ou livro, concordo. Também não gostei muito. A tentativa de idas e vindas na narrativa, para um perfil machadiano, acho que fracassou um pouco e o leitor acaba se perdendo na narrativa.
    Mas valeu a dica.
    Beijos
    http://educareeduc.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi,

    Achei a capa muito fofa e a sinopse também... Mas lendo sua resenha me desanimei :(

    Que pena que não exploraram melhor a historia. Livros confusos são horriveis.

    Beijinhos,
    entrechocolatesemusicas.blogspot.com.br
    EC&M

    ResponderExcluir
  6. Oi,

    Achei a capa muito fofa e a sinopse também... Mas lendo sua resenha me desanimei :(

    Que pena que não exploraram melhor a historia. Livros confusos são horriveis.

    Beijinhos,
    entrechocolatesemusicas.blogspot.com.br
    EC&M

    ResponderExcluir
  7. Oi, uma pena que você não gostou da história. Eu adoro romances históricos e esse foi um dos primeiro livros que li desse gênero, confesso que a história não é "aquela coca-cola toda" mas é uma boa leitura, pelo menos eu gostei. :)))

    Beijos!
    Books and Movies
    www.booksandmovies.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi, Jéssica.
    Bom, achei o livro um pouco chato. Me perdi por diversas vezes entre um capítulo e outro porque não entendia muito bem em que época se tratava a história. Pensei que o Sir Ian tivesse uns 15 anos, pelo comportamento dele, mas ele já tinha 35.

    Bem, que bom que tu gostou. E obrigada pelo comentário.

    =D

    ResponderExcluir
  9. A historia parecia promissora pela sinopse, mas como você comentou que o livro te deixa perdida em alguns pontos perdi toda vontade de lê-lo.

    Visite o blog "Meu Mundo, Meu Estilo"
    Participe do TOP Comentarista de Julho e concorra a um Exemplar Volume Único As Crônicas de Nárnia"

    ResponderExcluir
  10. Não gosto muito de livros do gênero e, depois dessa sua resenha, me desanimei mais ainda. Acho que dessa vez eu passo a leitura.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de agosto

    ResponderExcluir
  11. Não conhecia o livro, confesso que sua resenha me despertou vontade de não ler.
    Mas que pena que não gostou da leitura, tão ruim quando isso acontece. Até mais. http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Olá, adorei a resenha! :D
    Esse é um gênero de livros que eu não curto muito, não gosto muito de histórias de princesas e tal. Mas achei a capa do livro muito bem elaborada e linda! hehehe
    Beijos, Lerissa.
    lerissakunzler.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

- Comente, mas algo que acrescente uma opinião, sempre com respeito.

- Siga o blog, mas deixe seu endereço para eu seguir de volta.

- Dicas, opiniões, sempre serão bem vindas.

E-mail para contato: dhfy.blogs@gmail.com

terça-feira, 29 de julho de 2014

Resenha: Muito mais que uma princesa

Compartilhar
Autor: Laura Lee Guhrke
Editora:Essência
Páginas: 344

Resenha: Filha ilegítima de um príncipe e de uma famosa cortesã, Lucia viveu confinada em escolas e conventos durante a maior da vida. Mas, essas experiências não a impediram de provocar um escândalo depois do outro. Exasperado, o príncipe Cesare de Bolgheri decide que a filha deveria se casar o quanto antes. Para arranjar o casamento, Sir Ian Moore, o mais respeitado diplomata britânico, é chamado às pressas. De volta à Inglaterra, ele promete a si mesmo que achará um marido para Lucia, mas logo vê que sua experiência de diplomata talvez não seja suficiente para quebrar a resistência da moça. Apesar de não faltarem candidatos, nenhum está à altura do espírito e da paixão de Lucia. Trata-se Uma história que surpreende o leitor do início ao fim.

“Ian respirou fundo e percebeu que tinha acabado de ser manobrado. Golpeado à traição. Derrotado pelo xeque-mate das lágrimas de uma mulher, o único movimento contra o qual nenhum homem tinha qualquer defesa. Diabos!”

“... adoro um desafio. O fato de me proibirem de fazer alguma coisa me dá uma enorme vontade de fazer exatamente aquilo. - E quando você desrespeita as regras, papai tem que se lembrar que você existe. Lucia ficou tensa com as palavras da irmã. (...) - Isso também - admitiu Lucia, dando uma tragada no cigarro. Soprando a fumaça, acrescentou: - Por que ele deveria poder fazer de conta que eu nunca nasci?”

“- (...) esse Sir Ian é quem vai escolher. (...) - A senhora deveria tê-lo ouvido, mamma. Ele falava como se encontrar um marido fosse como escolher um cavalo. Humm... bons dentes, forte e sadio, excelente linhagem... sim, esse serve. Chame o padre”.

Opinião: Assim como em diversas vezes, escolhi o livro de forma aleatória. Tinha lido outras 3 histórias sobre princesas e negociações para casamentos, então me arrisquei em mais uma.

A história começou com os devaneios da filha ilegítima do príncipe Cesare de Bolgheri. Lucia é uma jovem garota, que vivia separada do pai e da mãe. Muitas vezes ela tentou ficar ao lado da mãe – famosa cortesã - porém, como em uma época onde ser recatada era o ponto alto para adquirir um casamento, acabava tendo de trocar de lar.

Em uma última tentativa, o príncipe Cesare, resolveu manter a filha postiça sob sua guarda. Mantê-la no castelo sob seus rigorosos cuidados era uma idéia e tanto para manter a jovem nos trilhos. Mas nem tudo saiu como o príncipe esperava. A garota mantinha um relacionamento forte com sua meia irmã – filha de Cesare – e acabou por mantê-la em encrenca. Com isso, mais uma tentativa frustrada de salvar a reputação da jovem Lucia não ocorreu como o esperado.

A última idéia do príncipe foi casar Lúcia com um homem rico, de posses, capaz de vincular seu reino com o de Cesare e terminar com os comentários sobre a jovem Lúcia. Então, eis que surge Sir Ian Moore. O mais requisitado diplomata britânico foi chamado às pressas para arranjar um marido para Lúcia.

A jovem não aceitou a idéia, mas foi obrigada a não emitir o seu descontentamento quanto ao assunto. Casar era a última solução para a garota problema. Com isso, muitas confusões acontecem, fazendo com que os rumores sobre a castidade da jovem, tornem-se duvidosos.

O que pode acontecer? Lúcia casa e muda seu temperamento?


Bom, li o livro em menos de uma semana, mas não gostei muito. A história é enrolada, fazendo por diversas vezes o leitor a perder-se no tempo em que ocorre a obra e sobre a idade dos personagens principais. Não recomendo como uma boa leitura. 

12 comentários:

Yasmim Borges disse...

Apesar de achar fofo o tema do livro, tento evitar o máximo livros com esse tema - princesas -. Que para mim, acabou ficando escassos, poucas coisas realmente sobre esse tema me atraem. Não sei o por que, talvez seja a idade, mas me vi totalmente desinteressada nesse mundo. Porém vejo que esse tipo de livro é tipico de um romance leve e descontraído. Talvez em uma tentativa de deixar as implicâncias de lado sobre esse tema eu dê uma chance para leitura.

Adorei a resenha.
Beijos,
http://miiheomundoliterario.blogspot.com.br/

TB disse...

Oi Ju,
Acho que a premissa legal, mas não faz muito meu tipo de livro.
Princesas e busca de casamento não são livros que costumo gostar.
Ainda mais porque você achou tudo meio enrolado, rs.
Beijos,
http://teens-books.blogspot.com.br/

Ana Lia Santos disse...

Seguindo amor ^^

http://espacoteencomanaliasantos.blogspot.com.br/

Naurelita Maia de Melo disse...

Olá, te encontrei passeando pela web e adorei o blog. Te seguindo e curtindo. Quando puder, faz uma visitinha lá no meu cantinho.
Quanto ou livro, concordo. Também não gostei muito. A tentativa de idas e vindas na narrativa, para um perfil machadiano, acho que fracassou um pouco e o leitor acaba se perdendo na narrativa.
Mas valeu a dica.
Beijos
http://educareeduc.blogspot.com.br

Ana Paula Lima Miranda disse...

Oi,

Achei a capa muito fofa e a sinopse também... Mas lendo sua resenha me desanimei :(

Que pena que não exploraram melhor a historia. Livros confusos são horriveis.

Beijinhos,
entrechocolatesemusicas.blogspot.com.br
EC&M

Ana Paula Lima Miranda disse...

Oi,

Achei a capa muito fofa e a sinopse também... Mas lendo sua resenha me desanimei :(

Que pena que não exploraram melhor a historia. Livros confusos são horriveis.

Beijinhos,
entrechocolatesemusicas.blogspot.com.br
EC&M

Jessica Oliveira disse...

Oi, uma pena que você não gostou da história. Eu adoro romances históricos e esse foi um dos primeiro livros que li desse gênero, confesso que a história não é "aquela coca-cola toda" mas é uma boa leitura, pelo menos eu gostei. :)))

Beijos!
Books and Movies
www.booksandmovies.com.br/

Ju Rosy disse...

Oi, Jéssica.
Bom, achei o livro um pouco chato. Me perdi por diversas vezes entre um capítulo e outro porque não entendia muito bem em que época se tratava a história. Pensei que o Sir Ian tivesse uns 15 anos, pelo comportamento dele, mas ele já tinha 35.

Bem, que bom que tu gostou. E obrigada pelo comentário.

=D

Jéssica disse...

A historia parecia promissora pela sinopse, mas como você comentou que o livro te deixa perdida em alguns pontos perdi toda vontade de lê-lo.

Visite o blog "Meu Mundo, Meu Estilo"
Participe do TOP Comentarista de Julho e concorra a um Exemplar Volume Único As Crônicas de Nárnia"

Desbravadores de Livros disse...

Não gosto muito de livros do gênero e, depois dessa sua resenha, me desanimei mais ainda. Acho que dessa vez eu passo a leitura.

M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de agosto

Renato Almeida disse...

Não conhecia o livro, confesso que sua resenha me despertou vontade de não ler.
Mas que pena que não gostou da leitura, tão ruim quando isso acontece. Até mais. http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

Lerissa Kunzler disse...

Olá, adorei a resenha! :D
Esse é um gênero de livros que eu não curto muito, não gosto muito de histórias de princesas e tal. Mas achei a capa do livro muito bem elaborada e linda! hehehe
Beijos, Lerissa.
lerissakunzler.blogspot.com.br

Postar um comentário

- Comente, mas algo que acrescente uma opinião, sempre com respeito.

- Siga o blog, mas deixe seu endereço para eu seguir de volta.

- Dicas, opiniões, sempre serão bem vindas.

E-mail para contato: dhfy.blogs@gmail.com