RESENHA: A Mais Pura Verdade -


Livro: A Mais Pura Verdade
Autor: Dan Gemeinhart 
Editora: Novo Conceito
Páginas: 224
Ano: 2015
Onde comprar: Saraiva; Lelivros

Sinopse: Em todos os sentidos que interessam, Mark é uma criança normal. Ele tem um cachorro chamado Beau e uma grande amiga, Jessie. Ele gosta de fotografar e de escrever haicais em seu caderno. Seu sonho é um dia escalar uma montanha.

Mas, em certo sentido um sentido muito importante, Mark não tem nada a ver com as outras crianças. Mark está doente. O tipo de doença que tem a ver com hospital. Tratamento. O tipo de doença da qual algumas pessoas nunca melhoram.

Então, Mark foge. Ele sai de casa com sua máquina fotográfica, seu caderno, seu cachorro e um plano. Um plano para alcançar o topo do Monte Rainier. Nem que seja a última coisa que ele faça.
A Mais Pura Verdade é uma história preciosa e surpreendente sobre grandes questões, pequenos momentos e uma jornada inacreditável.

---------------------------------------------------------------- 

O que falar desse livro que vem agradando aos leitores desde 2015? Eu não tinha coragem de ler, não sei bem o motivo, talvez porque achei (eh verdade) ser muito triste ou sei lá. Bom, agora eu comprei o livro e corri para fazer o dever de casa, que, por sinal, foi em dois dias.
A história conta as descobertas, tristezas e ensina os leitores o verdadeiro amor de diferentes formas durante cada capítulo. O menino, Mark, tem uma doença grave e decide acabar com sua vida, seguindo um local de promessa que fez para seu avô antes de ele falecer. O monte ao qual ele se encaminha para subir e acabar de vez com sua vida é perigoso demais, mas ele enfrenta tudo ao lado do seu grande amigo Beau (cachorrinho).

Durante o processo de subida ele enfrenta muitas questões difíceis, escolhas e encontra pessoas que tocam seu coração. Com extrema sensibilidade que só uma criança tem, Mark, junto de Beau, vão prender os leitores ao seu cotidiano e mostrar que no fundo a mais pura verdade sempre aparece.

Aproveite essa leitura, se você não leu ainda, e se apaixone, como eu, por esses dois amigos inseparáveis que ensinam o verdadeiro amor a todos!

CONVERSATION

2 comentários:

  1. Acho meio louca a história desse livro, o menino doente saindo por aí com o cachorro sem o conhecimento dos pais, mas não dá pra julgar sem de fato ler, né? Fico feliz em saber que você gostou da obra, acho que vou parar de enrolar e ler logo também!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Juliete!!

    Lembro quando a Novo Conceito começou a divulgação desse livro, foi uma euforia geral, lembro que também tive medo de ler, era o primeiro livro no estilo sicklit que eu tive vontade de ler, fiz um post de primeiras impressões e recebi o livro da editora para ler e resenhar.
    Só posso dizer que a leitura foi maravilhosa e tudo o que você falou sobre amor e conhecimento na jornada do Mark foi bem intenso, principalmente quando você se põe no lugar do personagem.
    Não esquecendo que Beau é maravilhoso, não tem como não amar esse cachorro!!

    Xo
    Alisson
    www.blogreview.com.br

    ResponderExcluir

- Comente, mas algo que acrescente uma opinião, sempre com respeito.

- Siga o blog, mas deixe seu endereço para eu seguir de volta.

- Dicas, opiniões, sempre serão bem vindas.

E-mail para contato: dhfy.blogs@gmail.com

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

RESENHA: A Mais Pura Verdade -

Compartilhar

Livro: A Mais Pura Verdade
Autor: Dan Gemeinhart 
Editora: Novo Conceito
Páginas: 224
Ano: 2015
Onde comprar: Saraiva; Lelivros

Sinopse: Em todos os sentidos que interessam, Mark é uma criança normal. Ele tem um cachorro chamado Beau e uma grande amiga, Jessie. Ele gosta de fotografar e de escrever haicais em seu caderno. Seu sonho é um dia escalar uma montanha.

Mas, em certo sentido um sentido muito importante, Mark não tem nada a ver com as outras crianças. Mark está doente. O tipo de doença que tem a ver com hospital. Tratamento. O tipo de doença da qual algumas pessoas nunca melhoram.

Então, Mark foge. Ele sai de casa com sua máquina fotográfica, seu caderno, seu cachorro e um plano. Um plano para alcançar o topo do Monte Rainier. Nem que seja a última coisa que ele faça.
A Mais Pura Verdade é uma história preciosa e surpreendente sobre grandes questões, pequenos momentos e uma jornada inacreditável.

---------------------------------------------------------------- 

O que falar desse livro que vem agradando aos leitores desde 2015? Eu não tinha coragem de ler, não sei bem o motivo, talvez porque achei (eh verdade) ser muito triste ou sei lá. Bom, agora eu comprei o livro e corri para fazer o dever de casa, que, por sinal, foi em dois dias.
A história conta as descobertas, tristezas e ensina os leitores o verdadeiro amor de diferentes formas durante cada capítulo. O menino, Mark, tem uma doença grave e decide acabar com sua vida, seguindo um local de promessa que fez para seu avô antes de ele falecer. O monte ao qual ele se encaminha para subir e acabar de vez com sua vida é perigoso demais, mas ele enfrenta tudo ao lado do seu grande amigo Beau (cachorrinho).

Durante o processo de subida ele enfrenta muitas questões difíceis, escolhas e encontra pessoas que tocam seu coração. Com extrema sensibilidade que só uma criança tem, Mark, junto de Beau, vão prender os leitores ao seu cotidiano e mostrar que no fundo a mais pura verdade sempre aparece.

Aproveite essa leitura, se você não leu ainda, e se apaixone, como eu, por esses dois amigos inseparáveis que ensinam o verdadeiro amor a todos!

2 comentários:

Caverna Literária disse...

Acho meio louca a história desse livro, o menino doente saindo por aí com o cachorro sem o conhecimento dos pais, mas não dá pra julgar sem de fato ler, né? Fico feliz em saber que você gostou da obra, acho que vou parar de enrolar e ler logo também!

xx Carol
http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

Alisson Gomes disse...

Oi Juliete!!

Lembro quando a Novo Conceito começou a divulgação desse livro, foi uma euforia geral, lembro que também tive medo de ler, era o primeiro livro no estilo sicklit que eu tive vontade de ler, fiz um post de primeiras impressões e recebi o livro da editora para ler e resenhar.
Só posso dizer que a leitura foi maravilhosa e tudo o que você falou sobre amor e conhecimento na jornada do Mark foi bem intenso, principalmente quando você se põe no lugar do personagem.
Não esquecendo que Beau é maravilhoso, não tem como não amar esse cachorro!!

Xo
Alisson
www.blogreview.com.br

Postar um comentário

- Comente, mas algo que acrescente uma opinião, sempre com respeito.

- Siga o blog, mas deixe seu endereço para eu seguir de volta.

- Dicas, opiniões, sempre serão bem vindas.

E-mail para contato: dhfy.blogs@gmail.com