RESENHA: Azul da cor do Mar - Marina Carvalho

Olá, pessoal!!


Estive sumida por alguns dias, pois estava de férias!! Tudo de bom curtir com as pessoas que amamos. Bom, durante esses 8 dias de praia eu li dois livros que foram bem diferente do que estava lendo nos últimos tempos. Um é chick-lit e o outro é estilo adolescente.

Hoje vou explicar aqui sobre o primeiro livro Azul da Cor do Mar, que descobri de repente e acabei gostando da escrita da autora Marina Carvalho.

Vamos conferir!!!

Azul da cor do mar

Livro: Azul da cor do mar
Autora: Marina Carvalho
Editora: Novo Conceito
Páginas: 334
Ano: 2014

Sinopse: ACASO, DESTINO ou LOUCURA? No caso de Rafaela, Pode ser tudo isso junto. Para alguém como ela, nada é impossível. Rafaela sonha desde a adolescência com o garoto que viu uma vez, perto do mar, carregando uma mochila xadrez... A ideia fixa não a impediu, porém, de ser uma menina alegre e muito decidida. Ela quer ser jornalista, e seu sonho está se concretizando: Rafaela Vilas Boas (um nome tão imponente para alguém tão desajeitado) conseguiu um estágio no melhor jornal de Minas Gerais. Mas, como estamos falando de Rafa, alguma coisa tinha que dar errado. O jornal é mesmo incrível, mas seu colega de trabalho, Bernardo, não é a pessoa mais simpática do Mundo. Em meio a reportagens arriscadas – e alguns tropeços -, Bernardo acaba percebendo, contra a sua vontade, que Rafaela leva jeito para a coisa... E que eles formam uma dupla de tirar o fôlego. Mas e a mochila? E o garoto, o envelope, as cartas? Um dia a estabanada Rafaela vai ter que se libertar dessa obsessão.

Resenha:   Aos onze anos Rafaela Vilas Boas passa as férias na casa de sua avó no litoral do Espírito Santo, cidade de Iriri. Curtindo seus dias de praia e aproveitando ao máximo antes das aulas começarem, a jovem encontra um garoto usando uma mochila xadrez e com os olhos da cor do mar. Desde esse dia ela não esquece esse garoto, principalmente por ele estar voltando da água e ter deixado cair uma carta onde nunca voltou para buscar.

Todos os dias, ou quase todos, Rafaela escreve uma carta que não envia para o jovem garoto da mochila xadrez onde fala de seus sentimentos, curiosidades, vida e muito mais. Sempre esperando encontrar o jovem, ela passa 10 anos de sua vida à espera dele.

O tempo passou e agora Rafaela está com 21 anos e terminando a faculdade de jornalismo na PUC e consegue - por indicação - uma vaga de estágio na editoria de jornalismo investigativo no jornal Folha de Minas. Sonho realizado, ela pensa, porém, as coisas não saem exatamente como planejado. De início ele conhece seu supervisor do estágio, alguém que ela deve seguir durante suas seis horas diárias e auxiliar na cobertura das matérias. O jornalista é o Bernardo, um cara durão, cheio da marra e que não gosta da Rafa logo de cara.

Opa, o que ela vai fazer agora??

Rafa decide fazer seu trabalho ao lado do Bernardo, mesmo com brigas, discussões, choradeiras - da parte dela - e muito mais discussões. Um dia ela apresenta umas amigas para os colegas de trabalho e a "amiga" do coração Gisele decide ficar com o . A ciumeira começa e as brigas - agora entre as duas garotas - também.
Confesso que precisava de uma leitura leve e divertida nesse momento de férias, porém, eu tinha vontade de matar a Rafaela por discutir tanto e ser tão descuidada. Penso que personagens infantis demais para chamara a atenção dos outros personagens da história se tornam muito forçado. Não gosto nem de pessoas na vida real assim, imagina no livro que eu posso escolher?

Em suma, a leitura é divertida, leve e muito bacana, deve ser lido nesses momentos de descontração. Eu terminei a leitura em três dias e gostei do final, mesmo sendo tudo muito previsível. Pode parecer que eu não curti nada da personagem principal, mas ela é divertida, mesmo com suas características de pessoas de 21 anos. Já tive essa idade e sei como é.

Vale a leitura, a diversão, as cenas já esperadas pelo leitor, os romances, as brigas, enfim, é uma ótima leitura para o momento!!!

 Abaixo, uma música para lembrar à todos que lerem a história! 

 

CONVERSATION

0 comentários:

Postar um comentário

- Comente, mas algo que acrescente uma opinião, sempre com respeito.

- Siga o blog, mas deixe seu endereço para eu seguir de volta.

- Dicas, opiniões, sempre serão bem vindas.

E-mail para contato: dhfy.blogs@gmail.com

segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

RESENHA: Azul da cor do Mar - Marina Carvalho

Compartilhar

Olá, pessoal!!


Estive sumida por alguns dias, pois estava de férias!! Tudo de bom curtir com as pessoas que amamos. Bom, durante esses 8 dias de praia eu li dois livros que foram bem diferente do que estava lendo nos últimos tempos. Um é chick-lit e o outro é estilo adolescente.

Hoje vou explicar aqui sobre o primeiro livro Azul da Cor do Mar, que descobri de repente e acabei gostando da escrita da autora Marina Carvalho.

Vamos conferir!!!

Azul da cor do mar

Livro: Azul da cor do mar
Autora: Marina Carvalho
Editora: Novo Conceito
Páginas: 334
Ano: 2014

Sinopse: ACASO, DESTINO ou LOUCURA? No caso de Rafaela, Pode ser tudo isso junto. Para alguém como ela, nada é impossível. Rafaela sonha desde a adolescência com o garoto que viu uma vez, perto do mar, carregando uma mochila xadrez... A ideia fixa não a impediu, porém, de ser uma menina alegre e muito decidida. Ela quer ser jornalista, e seu sonho está se concretizando: Rafaela Vilas Boas (um nome tão imponente para alguém tão desajeitado) conseguiu um estágio no melhor jornal de Minas Gerais. Mas, como estamos falando de Rafa, alguma coisa tinha que dar errado. O jornal é mesmo incrível, mas seu colega de trabalho, Bernardo, não é a pessoa mais simpática do Mundo. Em meio a reportagens arriscadas – e alguns tropeços -, Bernardo acaba percebendo, contra a sua vontade, que Rafaela leva jeito para a coisa... E que eles formam uma dupla de tirar o fôlego. Mas e a mochila? E o garoto, o envelope, as cartas? Um dia a estabanada Rafaela vai ter que se libertar dessa obsessão.

Resenha:   Aos onze anos Rafaela Vilas Boas passa as férias na casa de sua avó no litoral do Espírito Santo, cidade de Iriri. Curtindo seus dias de praia e aproveitando ao máximo antes das aulas começarem, a jovem encontra um garoto usando uma mochila xadrez e com os olhos da cor do mar. Desde esse dia ela não esquece esse garoto, principalmente por ele estar voltando da água e ter deixado cair uma carta onde nunca voltou para buscar.

Todos os dias, ou quase todos, Rafaela escreve uma carta que não envia para o jovem garoto da mochila xadrez onde fala de seus sentimentos, curiosidades, vida e muito mais. Sempre esperando encontrar o jovem, ela passa 10 anos de sua vida à espera dele.

O tempo passou e agora Rafaela está com 21 anos e terminando a faculdade de jornalismo na PUC e consegue - por indicação - uma vaga de estágio na editoria de jornalismo investigativo no jornal Folha de Minas. Sonho realizado, ela pensa, porém, as coisas não saem exatamente como planejado. De início ele conhece seu supervisor do estágio, alguém que ela deve seguir durante suas seis horas diárias e auxiliar na cobertura das matérias. O jornalista é o Bernardo, um cara durão, cheio da marra e que não gosta da Rafa logo de cara.

Opa, o que ela vai fazer agora??

Rafa decide fazer seu trabalho ao lado do Bernardo, mesmo com brigas, discussões, choradeiras - da parte dela - e muito mais discussões. Um dia ela apresenta umas amigas para os colegas de trabalho e a "amiga" do coração Gisele decide ficar com o . A ciumeira começa e as brigas - agora entre as duas garotas - também.
Confesso que precisava de uma leitura leve e divertida nesse momento de férias, porém, eu tinha vontade de matar a Rafaela por discutir tanto e ser tão descuidada. Penso que personagens infantis demais para chamara a atenção dos outros personagens da história se tornam muito forçado. Não gosto nem de pessoas na vida real assim, imagina no livro que eu posso escolher?

Em suma, a leitura é divertida, leve e muito bacana, deve ser lido nesses momentos de descontração. Eu terminei a leitura em três dias e gostei do final, mesmo sendo tudo muito previsível. Pode parecer que eu não curti nada da personagem principal, mas ela é divertida, mesmo com suas características de pessoas de 21 anos. Já tive essa idade e sei como é.

Vale a leitura, a diversão, as cenas já esperadas pelo leitor, os romances, as brigas, enfim, é uma ótima leitura para o momento!!!

 Abaixo, uma música para lembrar à todos que lerem a história! 

 

0 comentários:

Postar um comentário

- Comente, mas algo que acrescente uma opinião, sempre com respeito.

- Siga o blog, mas deixe seu endereço para eu seguir de volta.

- Dicas, opiniões, sempre serão bem vindas.

E-mail para contato: dhfy.blogs@gmail.com